Na Bahia, estudante de medicina é condenada por fraudar os sistema de cotas

Na Bahia, estudante de medicina é condenada por fraudar os sistema de cotas

Uma estudante de Medicina, de 26 anos, foi condenada a dois anos de prisão por tentar fraudar o sistema de cotas. Maiara Aparecida Oliveira Freire, foi expulsa da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) – Vitória da conquista.

Segundo informações, Maiara apresentou uma falsa declaração de endereço para participar da concorrência de vagas para quilombolas na Uesb, que ingressou em meados de 2013 na instituição.

A instituição julgou o ato, como falsidade ideológica na realização da matrícula o que a levou a ter o curso cancelado.