Emoção no reencontro de mãe com a filha que foi raptada pelo pai

Emoção no reencontro de mãe com a filha que foi raptada pelo pai

A pequena Júlia, de um ano e dez meses, já está com a mãe, Cláudia Rogéria Cavalcanti. A bebê desembarcou no Aeroporto do Recife nesta segunda-feira (25) e já deixou a sala de embarque nos braços da responsável. Júlia havia sido raptada pelo pai, Janderson Rodrigo Salgado de Alencar, em Olinda, e foi encontrada no estado do Amapá, na noite do último sábado (23). Ao lado das duas, a delegada Glêide Ângelo não conseguia conter as lágrimas e a alegria.

O pai da menina, o engenheiro Janderson Rodrigo Salgado de Alencar, desceu do avião e foi levado a um carro da Polícia Civil, em que deve seguir para exames no Instituto de Medicina Legal (IML) e ser encaminhado para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima.

Na fuga com a filha, ele chegou a dormir com a menina em um barco enquanto aguardava a casa que alugou para ficar com ela ficar pronta. “A menina, além de exausta, está repleta de picadas de insetos”, observou a delegada, que já chamava a criança de Jujuba. “Já me sinto íntima”, brincou.

A primeira providência, de acordo com Cláudia, será levar ela para uma consulta com o pediatra, que já havia sido previamente agendada para essa segunda-feira (25).

Folha de Pernambuco