Procon-PE encontra diferença de preços superiores a 355% durante pesquisa da cesta básica

Procon-PE encontra diferença de preços superiores a 355% durante pesquisa da cesta básica

Ferramenta essencial que dá ao consumidor o poder de escolher onde comprar mais barato, a pesquisa de preços do Procon-PE, órgão ligado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Prevenção à Violência, encontrou uma diferença percentual que supera 355%, em um mesmo produto, em locais diferentes.

A pesquisa ainda registrou um reajuste de 1,58%, em comparação com o mês de dezembro de 2023, quando a cesta básica chegou a custar R$ 611,30 e, agora, passou a custar R$ 620,96, uma diferença de R$ 9,66.

Entre os itens que encabeçaram o aumento estão, por exemplo, os produtos de higiene pessoal. Foi o caso do papel higiênico de 30 metros (pacote com 04 unidades), encontrado, em seu maior preço, por R$ 9.98, e, em seu menor preço, por R$ 2.19, configurando uma diferença percentual 355.71%. Ainda no mesmo seguimento, o absorvente higiênico também apresentou uma diferença expressiva. O pacote, com oito unidades, chegou ao percentual de 266.33%, podendo ser encontrado por R$ 1.99, no seu menor preço, e por R$ 7.29, no seu maior preço.

Já os itens alimentícios, o quilo da salsicha avulsa apresentou uma variação percentual de 296.52%, sendo encontrada, em um local, por R$ 4.89 e, em outro, por 19.39. A carne bovina de segunda, o quilo, aparece na lista com uma variação percentual de 168.29%, sendo encontrada, em um lugar, por 15.99 e, em outro, por R$ 42.90.

A seção de produtos de limpeza, não ficou de fora. O sabão em pó de 500g, chegou a uma variação de 245.28%, podendo ser encontrado por R$1.59, no seu menor preço, e por R$ 5,49, no seu maior preço. O sabão em barra, pacote com cinco unidades, foi encontrado em um estabelecimento, em seu menor preço, por R$ 4,99 e, em seu maior preço, por R$15,98, configurando uma diferença percentual de 220,24%.

“Mesmo com as atenções voltadas para o Carnaval, mantemos o compromisso de trazer, mensalmente, a pesquisa de preços para o consumidor ter a opção de comprar mais pagando menos”, afirmou o Secretário Executivo de Justiça e Promoção dos Direitos do Consumidor, Anselmo Araújo.

A pesquisa contemplou um total de 27 itens, dentre eles: alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal, em 25 supermercados do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe e Paulista. A pesquisa está disponível no site do Procon-PE: www.procon.pe.gov.br.